12 de ago de 2007

Cap 70: Fora dos planos

Quando voltei das férias, uma coisa que não esperava aconteceu. Aliás, o que eu esperava não aconteceu: minha menstruação estava atrasada há quinze dias. Entrei em pânico e liguei para Débi vir até a minha casa.

_Mas você não está tomando pílula? _ ela me olhou horrorizada.

_Não. _ balancei a cabeça para os lados. _ Só vejo ele um fim de semana ou outro, não quero me empanturrar de remédio. Eu prefiro usar o preservativo.

_Tá! Calma! Você lembra a última vez que fizeram sem?

_Nunca fizemos sem, eu sempre me previno, será que estourou?

_Bela, pára de andar para os lados. Senta!

_Como quer que eu fique calma? Imagina, meu pai iria sacrificar a criança e a mim em uma fogueira em brasa como aquelas das festas de São João!

_Que horror! Seu nervosismo está atingindo seus neurônios! Presta atenção, as coisas não acontecem assim, não estoura tão fácil. Agora se você esqueceu...

_E sem contar que... _ a interrompi. _... O Caio não pode ter um filho agora como cadete, é proibido...

_Bela, se aconteceu, aconteceu... Não vai matar a criança por isso, nem também o Caio vai morrer... Claro que existem meninos que já têm filhos e escondem.

_Débi, e aqueles testes de farmácia? _ lembrei-me.

_Podemos comprar um. Não é 100% certeza, mas pode te dar uma segurança.

Ficamos ali nos olhando, em silêncio, agora eu sentada e tentando me acalmar:

_ Isso não pode acontecer comigo...

_Bela, uma criança não é uma doença, é alegria...

_Eu já não tenho certeza se seria tanta alegria assim.

_Acho que seria um grande teste para o amor de Caio, ver a reação dele.

_Eu preferia não ter que testar nada. _ disse.

_Quando vai comprar o teste?

_Não sei, pode me achar louca, mas eu não quero fazer, eu não estou preparada para ver nenhum resultado positivo...

_E vai ficar aí se martirizando?

_ Pelo menos eu tenho alguns dias do benefício da dúvida. O Caio vem hoje para cá, vamos conversar.

_Vai ficar tudo bem. Eu estou aqui para o que precisar. _ apoiou sua mão sobre a minha. _ Quando você tiver alguma dúvida, toma a pílula do dia seguinte, mas tem que ser dentro de 72 horas após a relação.

_Você não está entendendo, eu sempre me previno, sou até neurótica com esta questão.

_Então, vamos parar de imaginar que você engravidou do Espírito Santo, pensar que foi só uma alteração mesmo do ciclo, isso é normalíssimo e ponto final.

Mais uma vez ficamos em silêncio, tentando entronizar suas palavras.

_E vocês como fazem?

_Hum?... _ Débi me pareceu querer fugir do assunto.

_Você toma pílula ou usa preservativo?

_É meio complicado, Bela...

_Não usam nada? Estão loucos? Não tão naquela de coito interrompido não, né?

_Não! _ ela riu. _ É que ele não aceita os preservativos, acha que é pecado.

_Isso é uma piada, né? Vocês não podem se arriscar, Débi...

_Eu sei, eu sei... _ ela levou as mãos a cabeça e percebi que também estava passando por problemas e eu ali só falando de mim mesma.

_Débi, me conta isso direito.

_Ele aceitou que tivéssemos relação, mas sempre sinto que ele está com medo de estar fazendo algo condenável, então, para não deixá-lo mais pirado, eu finjo que fazemos tabela.

_Como finge? _ ri, aquilo estava louco demais para a minha cabeça.

_Eu estipulei para ele o dia do período em que não estou fértil, aí ele acha que isso é o suficiente para termos relação nesses dias e prontinho. Só que eu não sou idiota, tomo pílula.

_Meu Deus. _ fiquei estampada. _ Você está mentindo para ele?

_Eu sei que parece muito horrível, Bela. Mas eu o amo, não quero nossa vida amorosa desgastada por causa de um problema que eu encaro tão bem. Se ele acha que é um crime prevenir uma contracepção, então, que ele pense que não está fazendo mal nenhum, que não está pecando, porque afinal não está. E se eu acho que isso é normal, então, eu tenho o direito de dormir tranqüila.

_Eu até concordo contigo, mas a questão da mentira...

_Não pense que isso me dói. Mas, é que, Bela, eu me sinto como se ele estivesse lá atrás, com idéias antiquadas, infantis e eu, lá na frente, muito mais avançada. Só que não quero puxá-lo pelo braço e sair correndo para fazê-lo recuperar a diferença. Ele vai cair e se machucar feio. Eu já ouvi umas conversas deles com uns amigos sobre isso, eles não tem meia medida, é tudo ou nada. Um amigo dele terminou com a namorada porque achava que ela não era “reta” para ele. Eu não posso perder o Ribeiro. Nem que eu tenha que mentir para ele. Será que meu amor é mesquinho por isso?

_Acho que não, mas se ele descobrir, talvez seja muito pior, porque a mentira é algo que magoa, nos sentimos traídos. Se eu fosse você tentava mais uma vez conversar.

_Eu já tentei. Ele propôs abstinência.

_Esse cara é louco! Desculpe, sei que ele é seu namorado.

_Tudo bem.

_E de doenças, você não tem medo? _ perguntei.

_Não, ele é um cara tão pacato, tem medo de usar camisinha para não pecar, não o imagino fazendo orgias por aí.

_Eu também não creio que o meu Caio seja disso. Mas as histórias que ouço por aí. Lembro de uma menina da faculdade contando que a amiga dela namorava um cara que era um santo e pegou HPV. O cara deixou ela e agora está namorando outra menina, provavelmente vai passar para ela também e assim por diante. Coitada da garota, a doença é muito horrível. _ balancei a cabeça para os lados tentando afastar o pensamento.

_Tá vendo? Nesse caso o menor mal é um filhinho.

_Ai, Débi, não brinca com isso! _ rimos.

_Bela, vamos parar com essas suposições? _ ela pegou o celular. _ Eu vou ligar para a farmácia e pedir o teste.

_Está louca? Quer que minha mãe atenda o interfone?

_Tudo bem, eu peço para entregar lá em casa, vamos para lá. Você guarda na bolsa e traz de volta. Amanhã de manhã, no primeiro xixi você faz o teste._ solucionou a questão, enquanto esperava alguém atender do outro lado da linha.

_Eu não vou conseguir dormir. _ disse.

_Vai sim, o Caio vai estar aqui.

_Quer dizer que ele vai ver o resultado? Ai, agora que estou nervosa mesmo.

Autora: Li



*Blog da Bela e da Débi

* Comunidade do livro no orkut!

O livro ganhou o troféu "The Best!" do mês, no site A Gazeta dos Blogueiros!

4 comentários:

márcia disse...

eu já passei por isso uma vez, minha menstruação atrasou 20 dias. fiquei desesperada, fiz o teste de farmácia e deu negativo, no outro dia a minha menstruação veio.
o teste de farmácia não precisa ser feito com a primeira urina da manhã e o beta, que é feito no laboratório, não precisa ser em jejum!

aninha disse...

epas!!!! aiaiai... será que a Bela está grávida ??? eu atrasei dois meses no incio do ano e quase pirei!!!! felizmente quando entrou no terceiro mês a bendita veio!!!! mas não escapei do susto... descobri uma anormalidade uterina que me trará complicações para gestações... mas foram dois meses de sofrimento... eu pirei tanto que sentia enjôos, tonturas, náuseas, vomitava demais!!! piração total!!! mas se Deus quiser a Bela vai escapar disso!!!!

mell disse...

nossaa... coitada da belinha!
imaginaaaaaaaa!!
mas vai descer, pensa positivo belinha!
ehehhehe

beijoooooo =*

Lucy disse...

Poutz... era só o que faltava! =P
Nessas horas é preciso ter calma pra não pirar.

Aninha, tem gente que fica grávida psicologicamente, sabia? Sente todos os sintomas e coisa e tal, já ouvi falar disso... (risos)

E tipo, a coisa da Débi e o Ribeiro... ele é hipócrita de dizer que usar camisinha é pecado e continuar praticando o sexo antes do casamento. Se ele concorda que camisinha é pecado, deveria concordar também que fazer amor antes de casar é pecado. Não tem essa de pecado grande e pecado pequeno, não.

Mas, quanto a isso, é difícil de conversar pq tenho uma opinião longa sobre o assunto... de qq forma, isso não vem ao caso. O q importa é que ela não pode mentir e ele não pode ser irresponsável desse jeito. Depois vem o filho e ele não sabe o pq, não é posível que ele não sabia q tabelinha não é seguro. [¬¬]

Enfim.. vamos ver o q acontece!