30 de jul de 2007

Cap 57: O grande encontro

_Bom... _ Débi suspirou e sorriu. _Acho que já cumpri minha parte.

Pelos seus olhos brilhantes, entendi o que estava acontecendo. Ela se afastou de mim, virei-me para trás e vi Caio em pé, ao lado de Ribeiro. Débi colocou sua mão ao redor do braço do namorado e entraram no salão.

Eu fiquei ali, sentindo a brisa da noite balançar os fios do meu cabelo no meu rosto. Sorri para Caio, também parado, incrédulo.

Ele estava lindo. Cabelo cortado, com gel no topete. A farda azul marinho impecável, com seus botões dourados e uma corda vermelha no ombro. A calça também azul, com uma faixa azul clara na lateral. Um cinto azul do mesmo tom da faixa com um brasão dourado. E o seu espadim preso na cintura.

Era o meu amigo da escola, roqueiro, cabeludo, de jeans surrado e ouvindo rock. Não, agora ele era um cadete. Aquele amigo morava dentro dele, como a fruta dentro da casca.

Meu amigo que me salvava em todos os trabalhos, para quem eu ligava de madrugada para perguntar alguma questão que achava que cairia na prova. Meu grande amor. Alguém a quem aprendi a desejar com muita paixão e com todo o meu coração. Quem me esperou pacientemente enxergar que eu não viveria sem ele.

Por ele eu voltei do outro lado da vida. Por ele eu decidi esperar quatro anos longe de sua presença. Por ele ouvi críticas duras dos amigos. Por ele, eu levo um namoro solitário, sem tudo aquilo que os outros consideram normal. Por ele, eu aprendi a me doar por completo e me desprender de todos os sentimentos pequenos.

Caio sorriu e caminhou em minha direção.

Paramos frente a frente.

_Eu não acredito que você está aqui. _ seus olhos estavam brilhando.

_Nem eu. _ toquei na sua mão.

_Meu Deus, como você está linda...

Dei um passo a frente e mesmo sabendo que era proibido, fiquei na ponta do pé e beijei-lhe rapidamente os lábios e depois abaixei o rosto.

_Eu precisava estar aqui com você. _ olhei-o nos olhos e ele segurou minha mão em seu peito.

_Eu senti demais a sua falta na cerimônia hoje de manhã.

_Eu sei... _ suspirei. _ Mas eu corri bastante para estar aqui.

_Ainda temos a noite toda para curtir. _ riu. _ Você está muito linda. A minha Bela por quem eu sempre fui apaixonado.

_Sempre, sempre? _ sorri.

_Caio? _ ele ouviu uma voz atrás de si, era um amigo. _ Manera aí que tão reclamando já, pediram para avisar...

_Tá. _ ele se afastou de mim um pouco mais.

Eu me senti muito envergonhada. Querendo me esconder. Era estranho todo aquele protocolo e distância.

_Vamos entrar? _ me ofereceu o braço.

Sorri e aceitei. Entramos no salão e ele me levou até a mesa onde estava seu pai. Agradeceu a ele por ter tido a idéia de me ajudar a chegar até ali.

_Você está muito bonita! _ o meu sogro me elogiou.

_Obrigada. _ sorri.

Felícia franziu a testa, quando me viu. Estava vestindo um vestido verde musgo tomara que caia.

_Você veio?_ perguntou.

_Pois é. _ sorri. _ Vim dançar aquela valsa que eu prometi, lembra? _ pisquei um olho.

_Ãnh..._ ela suspendeu as sobrancelhas.

Caio me puxou para dançar e nós ficamos ali curtindo juntos o balanço da música. Pude ver que um cadete se aproximou da mesa para tirar Felícia para dançar.

_Acho que alguém foi fisgada. _ falei no ouvido de Caio, que olhou o que eu estava lhe apontando com a cabeça.

_É... Tomara que eles se entendam. _ sorriu para mim. _ Porque eu já tenho quem eu quero.

_Eu te amo. _disse-lhe.

_Eu também te amo muito. Só que eu amo mais.

_Não, eu amo mais...

Rimos.

Autora: Li



*Blog da Bela e da Débi

* Comunidade do livro no orkut!

O livro ganhou o troféu "The Best!" do mês, no site A Gazeta dos Blogueiros!

9 comentários:

Lucy disse...

Uau... *encantada*... aperta o coração pensar que não pude comparecer... nem quero mais lembrar disso. Como disse o apóstolo Paulo na carta aos filipenses (Cap 3, vers 13-14), esqueço das coisas qeu ficaram para trás e prossigo para o alvo. E o objetivo agora é o Aspirantado! \o/

Será perfeito, não importa o que aconteça! \o/ *emocionada*... não posso chorar agora!

- Quanto a Bela, o melhor de tudo foi mostrar àquela abusadinha-oferecida que ela não tem vez. (hehehe) Show de bola, Belinha!!!

Bjos, queridas leitoras!
Bjos, querida Li! =)

aninha disse...

uauauuuuuu!!!!!! muito lindo!!!!! tomara que a Felicia consiga um cadete também... assim ela sai do pé da Bela e do Caio!!!!!hauhauhuha!!!!!!!

meninas, capitulo novo no romance militar tão iguais e taõ diferentes

www.taoiguaisetaodiferentes.blogspot.com

e agora iniciei um em homenagem aos meus irmãos... meu irmão, meu amigo

www.meuirmaomeuamigo.blogspot.com

bjusssssss

Tita disse...

Aaai que legaaal! Tava entrando direto aqui pra ler esse capítulo! xD Belinha mandou bem na resposta pra felícia hein!?
Mas eu não sabia que tinha essa coisa de não poder beijar e tudo mais! Na formatura na prep não era assim, né? Como que é esse negócio? É quando eles tão com qualquer farda?
Beijooo!

Jéssi disse...

Nossa Li.... foi demais... a prima chata deve ter ficado no chao, e é muito bom ver q os dois estao muito felizes juntos, em plena harmonia.
Beijos
Parabens Li

Paula disse...

Ah que coisa linda!!!!!
Parece ate o meu dia...mas eu não lembro desse protocolo todo...porq pelo que me lembro...ele me deu mom beijão na frente de geral e ninguem falou nada!Rsrs...deve ter levado altas puniçoes...que romantico!

Ah a felicia ta namorando!!! e deve ser aqueles cadetes bem bacacas!!!ahaha

Suzy disse...

Uhuull!

Isso aqui tá muito bom!Quanto tempo não apareço por aqui.Está ótimo o livro!Ainda tenho que ler vários capítulos dessa história emocionante.

Aaaaahh o Espadim...não vejo a hora de chegar.To louca que chegue logo o dia de viajar,quero mt conhecer Resende e a Aman.Já me disseram que a Aman é linda mas que de Resende não é pra esperar mt coisa não!rsrsrsrs

É verdade que não pode beijar na festa mesmo,Li??e na formatura de manhã também não pode não??nenhuma vez??Ah não..que sem graça!!Acho que não vou conseguir hehehehehehe
Na fomatura da Prep podia sim mas sem exagero!

Jane disse...

Que lindoooo! Bela arrasou! Capitulo demais!
Guriiias! Preciso de uma opinião de vcs! Eu consegui tudo pra poder estar no espadim do meu namorado! E eu vou!! Mas como disse, queria fazer surpresa! Mas será que é uma boa essa surpresa? Pq é uma data mto importante pra eles e ele ia fica mto triste se eu falasse que nao fosse. Mas uma surpresa ainda é uma surpresa. Não sei.. Ainda não falei nada pra ele se vou ou não. Me ajudem meninas! Beijooos

Paula disse...

Ah Jane conta pra ele que voce vai sim!
Faz surpresa com outra coisa...tipo muda algo..cabelo...uma bela roupa...isso tbm é uma boa surpresa!

Li disse...

conta que vai sim, ele tem que estar bem psicologicamente antes, pensa nisso. gosto da idéia da paula.