28 de jun de 2007

Cap 41: Regras de sobrevivência

_Alô, Bela?_ era a voz de Caio no telefone.
Eu senti meu coração pular. Mas já? Eram seis da tarde de sexta-feira. Nunca estive tão ansiosa, queria vê-lo, abraçá-lo, beijá-lo.
_Oi, meu amor, pode falar. _ respondi.
_Eu tenho uma notícia para te dar.
Intui que algo bom não devia ser.
_O quê? Você não vem mais?
_Eu fiquei punido.
Essa frase me machucou tão fundo. Não! Não! Como ele ficou punido!
_Mas por quê?
_Ah! O cabelo estava grande... Mas eu prometo que no outro fim de semana, depois que eu visitar a minha família, eu vou aí te ver.
Depois que visitar a família? Calculando: uma semana, um fim de semana com a família, mais uma semana, enfim, 3 semanas sem vê-lo, contando com esta última que já não o vi!
_Hum... Tá. _ foi o que consegui passar pelo nó da minha garganta.
Respirei fundo e procurei em mim todas as forças:
_Olha só, não fique assim! Tenta descansar, dormir. A semana vai passar muito rápido e quando a gente menos pensar vai ficar juntos.
_Claro, claro. Tenho que desligar, estou no celular e aqui o sinal da Claro não pega bem. Beijos, te amo.
_Beijos, amor, te amo muito mesmo.
Desliguei o celular.
Droga!Droga!Droga! Eu estava uma pilha de inconformação, raiva, tristeza, desmotivação.
Fui para o computador e o liguei no estabilizador no chão com o dedão do pé. Acessei o meu blog e fui ler os comentários. Eu precisava fazer alguma coisa nesse fim de semana! Não poderia ficar enterrada em casa!
As meninas que me visitavam e também namoravam militares haviam me dito como elas passavam o mesmo que eu e o que faziam para ocupar seu tempo:

_”fico na net conversando com minhas novas amigas..
vou pra ksa das minhas primas e assistimos filmes, jogamos baralho, falamos da vida dos outros..bem clube da luluzinha msm..rsrsr” (Let)

_ “Amigas eu sempre falava da distância e da saudade toda triste e ele me consolava e dizia assim: "aproveite este tempo para fazer as suas coisas". E listava um bando de coisas que eu precisava fazer do tipo me dedicar à faculdade, meu trabalho, aprender a cuidar das finanças (na época eu ainda estava começando a engatinhar nesse mundo), como viver sozinha, fazer todos os cursos que eu quero fazer, tirar minha carteira, organizar minha vida nos esportes, enfim... o que ele quis dizer é que eu preciso me preparar pra quando ele vier me buscar para ficar com ele. Não só fisicamente, mas emocionalmente e psicologicamente. Deus não faz as coisas por acaso e como meu love disse, "tudo isso é para nos preparar para as lutas que podem surgir no futuro".(Lucy)

Gostei disso! “Eu preciso me preparar pra quando ele vier me buscar para ficar com ele. Não só fisicamente, mas emocionalmente e psicologicamente.” Se eu passasse a semana me amargando, estagnada no tempo, quando Caio chegasse aqui encontraria uma mulher seca, triste, definhada!

_ “bom como eu n tenho amigas aki com namoros a distância...acabo q fico um pouco em casa p n sair soh de vela..rs... se tem mais amigas ainda melhor..acho legal vcs c reunerem am algum barzinho soh p bater papo tomar uma cervejinha...ver gente neh jogar conversa fora...
assim vcs tão saindo c distrainso mais n eh uma balada p os amores ficarem com ciumes neh...de vez em quando sair p dançar tb..mais nem sempre...pq ai ele vão ter razão em ficar com ciumes..mais de ves em quando n tem problema nenhum...juntar alguns amigos p ver um DVD..comer pipoca...ir ao cinema..ir á um rodizio de pizza..( mais soh de vez em quando tb pq c n engorda...rs...)essas coisas assim..e claro bater papo com agente na net;;...kkkkk” (Fefe Floft)

A Pandora também deixou uma listinha de idéias:

“-Sair com os amigos!(muito bom!)
-Jogar sinuca!(pessima)
-Ir a praia!(tostar)
-Conversar com a familia!(momentos unicos)
-Fazer social na casa dos amigos!(pior quando é a minha vez)
-Tentar aprender a cozinhar!(desastre)
-Estudar(chato,mais vale a pena)”

E a última a comentar no post, a Jane:

_“ Então, as aulas ocupam um bom tempo do dia de semana né? E na facul eu vejo minhas amigas, brinco com os amigos, xingo professor (hehehe), nem vejo o tempo passar! Na verdade até me apuro, querendo que o tempo volte quando tem prova xD ("Ai meu Deus, eu não sei nada!!!")
Mas tirando isso né...
À tarde eu ocupo meu tempo assim:
- estudo
- vou à academia
- aula de inglês
- net à noite
Basicamente só isso viu... Eu sempre quis aprender a cozinhar, mas vixe... hauhauhah eu destruo a cozinha 2 vezes antes disso!
No fds minha melhor amiga volta pra cidade e a gente vai ao cinema, aluga um dvd ou fica só jogada na cama botando todo o papo em dia!
O problema é quando tem feriado e ele não vem... “

Relacionamento, fiquei pensando com meus botões, implica em uma via de mão dupla. Mas se eu estou aqui em casa fazendo mil coisas sozinha e ele lá não sei aonde, então, parece que andamos paralelamente, cada um na sua. Me soa tão individual. Agora entendo o que motivou a minha amiga Débi a escrever no blog sobre o que determina um namoro ser ou não de verdade.

Legal mesmo foi a explicação das nossas queridas amigas, que nos visitam para as perguntas de Débi. Minha amiga havia perguntado:
1-Eu posso chamar de namoro de verdade um relacionamento de 4 anos de distância?
2-Nós não vamos ficar completamente desconhecidos com o tempo?
3-Como eu vou ter certeza que ele me liga porque gosta, ou não me liga porque não está nem aí? Qual a diferença?
4-Eu vou ter que sempre mudar a minha vida para se acoplar na dele, feito brinquedo de lego? Tipo, eu nem quero imaginar quantas vezes e em que situações isso acontecerá?!!!!
_“ 1-claro que pode chamar de namoro..se amam..quando estão juntos é td de bom, e quando distantes, um torcendo pelo outro...só é um namoro diferente..foge do padrão..mas idaí?? se são felizes é oq importa..
2- não vão ficar desconhecidos.... um exemplo meio feio , mas olha só: quando vc convive com uma pessoa e ela está engordando, vc nem sente..só depois de um tempo vc vai pensar: nossa como ela tá gorda. mas se vc não convive com ela vc vai olhar e vai perceber na hora que ela tá gorda...
eu vejo meu namorado uma vez por mês e descubro coisas novas tds as vezes..ele tá amadurecendo, crescendo..e isso é muito bom...sempre alguma coisa pra gente aprender com eles..
3-pode ter certeza que vc vai sentir quando ele não tiver nem aí...
só uma coisa, nao confunda a falta de tempo com a falta de interesse dele.. principalmente no primeiro ano, é muito difícil pra ele.. uma garota que vai ksar em dezembro, pq o amor dela tá no último ano me disse que se ela fosse mais madura no primeiro ano do amor dela na aman, ela teria apoiado mais e cobrado menos...
ele precisa do seu apoio..quanto menos neura melhor..eu sei que é difícil, mas..” (Let)
_ “1. sim, vc pode chamar de relacionamento de verdade um relacionamento de 4 anos de distância! meu irmão namorou a distância por 5 anos. Ela estudando Direito e ele Medicina. Depois que se formaram ele foi para Campo Grande - MS e ela ficou em Londrina - PR
Agüentaram firme a distância e depois de dois anos ele conseguiu voltar para Londrina e ela passou num concurso em Mirasselva - MT. outra vez eles foram separados e suportaram a distância. casaram-se em 2006 e meu irmão ficou em Londrina e ela foi transferida para Cuiabá - MT. Ano que vem meu irmão vai para Cuiabá e ela ficou estabilizada para poder ficar com ele. Toda essa história já fez 10 anos entre namoro e casamento! e eles estão super bem! então vc pode se dar bem sim! tenha confiança!
2. Não, vcs não vão ficar desconhecidos. tudo é questão de manterem o sentimento de amor como meu irmão e minha cunhada fizeram!
3. Se ele estiver afim de vc mesmo! vai te ligar! agora falo por mim mesma! quantas vezes falei com meu namorado dormindo no telefone! é normal! sei que é chato, mas vc tem que aprender a conviver com essa rotina! é estressante mas vc da conta!
4. e quanto a mudar sua vida pela dele! putz! complicado! mas vc tem a opção de ser professora, pelo menos terá emprego com mais facilidade! ficar parada pode te deixar depressiva! tenho amigas que depois de exercerem por muito tempo a profissão de "mulher de militar" entraram em depressão e depois correram atrás do prejuízo. Hoje são vendedoras autônomas - podem vender para onde se mudarem ou professoras! essa é a parte mais difícil, a sua carreira não será totalmente desenvolvida, pois de dois em dois anos seu amor será transferido, disso vc terá que ter consciência! vc vai ter mesmo que rever a sua carreira e saber abdicar sempre! espero não ser mal interpretada! mas é a realidade mesmo! mas por amor cara, a gente faz as maiores loucuras! eu estive a ponto de me mandar pro amazonas por um amor! então aposte no seu amor! felicidade sempre!” (Bruxinha Nany)
_“Acho que essas perguntas são as mesmas de todas nos no começo de namoro...eu tenho pouco tempo de namoro, apenas 10 meses e to começando a achar as respostas...
1-segundo o dicionário namoro é
Namoro-1.ato de namorar.2. Relação de interesse amoroso recíproco.
Não tem nada que me diga que namoro é estar 24 horas ao lado do seu amado!!!Namoro é você querer aquela pessoa, é abrir mão do individual e querer compartilhar seus momentos...Ah claro,tudo isso com muito beijo na boca! ;)
2- eu tinha esse medo...e ainda tenho...medo de não conhecer o meu menino ou dele não me conhecer...mas isso não é uma coisa de namoros a distancia, você pode namorar um cara que mora na sua frente e não conhecê-lo o bastante...mas uma coisa que minha irmã sempre me fala " a convivência é uma merda" , você só conhece a pessoa quando você vive com ela, porque uma hora ela acaba mostrando quem é!Eu conheci melhor meu amor quando ele passou a ficar mais aqui em casa, descobri coisas horríveis dele e ele de mim, como por exemplo que nos dois adoramos arrotar!!kkkk Que vergonha!!!
3-Não é um telefonema que vai me mostrar se ele gosta de mim, mas o dia a dia e suas atitudes!
4- Não posso responder isso com tanta certeza,mas eu acho que quando você aceita essa situação , você sabe quais as regras do jogo, mas esse jogo so funciona se ambos cederem, não daria certo eu abrir mão de todos os meus sonhos para estar ao lado dele,não seria prazeroso, mas quando os dois estão juntos no jogo os sonhos podem serem realizados juntos!
Espero que as minhas respostas tenham te ajudado!!” (Pandora)

É, pelo visto a definição do dicionário não me dizia que eu não estava vivendo um namoro irreal, já que eu necessariamente não preciso estar com ele 24 horas, mesmo que no fundo eu quisesse, claro. Decidi que tentaria pegar um cinema com a Débi. Ah! Mas talvez não daria, ela provavelmente sairia com o seu namorado e eu não ficaria de vela. Nossa, como é difícil! Porque não apenas ele é punido, eu também! E ainda mais essa agora, a cada vez que eu perdesse um fim de semana com Caio estaria perdendo mais um, pois ele teria que antes ir ver seus pais! Que droga! Hunf!

Minha mãe bateu na porta do quarto e me perguntou se Caio ia querer batata-frita para a janta, porque ela podia ir ao supermercado comprar batata pronta cortada para fritar. Ela achava desnecessário, porque já tinha batata cozida na carne ensopada.

_Mãe, ele não vem mais, não se preocupe com isso._ interrompi-a.
_Não?_ o olhar de pena da minha mãe sobre mim foi algo que eu gostaria que ao menos o destino me descontasse. Me doía muito ver os outros me achando exageradamente um pobre e infeliz ser humano.
_Ele ficou punido. Acabou de ligar. Mas não tem problema não. Estou ótima. Depois no próximo fim de semana ele vem. _ garanti, com um falso sorriso feliz no rosto, só para ela não se aproximar mais e começar a me beijar e abraçar. Pois este “efeito mãe” é demolidor e eu acabaria cedendo e chorando. Precisava também acreditar na minha própria falsa felicidade para que ela fosse tão verdadeira que acabasse virando real.
Se minha mãe imaginasse que o próximo que eu me referia era “o meu próximo”, o que não significava necessariamente o próximo do calendário. E esse tal próximo poderia ser adiado e adiado, serviço após serviço, punição após punição.
Ela me olhou longamente e depois saiu.
Respirei fundo. Conseguira.
A partir dali eu fui aprendendo a guardar o que eu sentia para mim ou apenas para conversar com as pessoas que sabiam o que era um namoro militar. Para os outros eu acho que é melhor esconder. Desse modo, me preservo mais.

Autora: Li



*Blog da Bela e da Débi

* Comunidade do livro no orkut!

O livro ganhou o troféu "The Best!" do mês, no site A Gazeta dos Blogueiros!

7 comentários:

Li disse...

:) Meninas,Hoje, vou trabalhar até 11 h da noite, por isso, vou postar agora no almoço o capítulo de amanhã. Provavelmente vou chegar mortinha rs.Tudo bem?Lizinha

aninha disse...

td bem sim dona Li!!!!!rsrs!!! esse capitulo me fez reviver emoções!!!!! bjus!

Conheça um romance militar que estou escrevendo em homenagem a certa pessoa que eu amoooooo!!!!!

www.taoiguaisetaodiferentes.blogspot.com

titta_* disse...

"A partir dali eu fui aprendendo a guardar o que eu sentia para mim ou apenas para conversar com as pessoas que sabiam o que era um namoro militar. Para os outros eu acho que é melhor esconder. Desse modo, me preservo mais..."

acho que isso eu já a prendi,Li!! da pior forma...tendo antes que ouvir pessoas que pelo simples fato de saber das circunstâncias do meu namoro se acham no direito de dar conselhos e fazer críticas.Hj qdo eu tou triste eu retrato essa "falsa felicidade" pra - se não me convence!- ao menos espanta palpiteiros e me expõe menos!

já disse que tou adorando?! aos milhares,né?! só pra frisar: tou adorando!!!
kkkkkkkkkkk...

bjo =**

Anônimo disse...

ótimo, Li!
aiai eu perdi alguns capítulos mas estou aki de volta! estive passando o tempo com a Kaká (mora aki tb e namora militar tb) e nos distraímos bastante... terça e quarta. hj não dá mas próxima semana, com ctz vamos planejar algo. =)

ah... demorei pra entender isso q a Bela resolveu fazer. Quero dizer, eu falo demais e acabava sempre deixando escapar informações demais! Mas com o tempo, aprendi a guardar as coisas e só falar o necessário... às vezes, nem isso! rsss e hj estou bem melhor...

mell disse...

eu ateh hj naum aprendi a guardar o q eu sinto =/
sou mto explosiva... falo demais.
acho q ainda vou acabar morrendo pela boca!
suhauhsahusuahus

Nathy disse...

Eu consigo guardar o que eu sinto... a não ser que a coisa já esteja expludindo, fora isso da pra aguentar legal!

Bjoos!

Jéssi disse...

Ta lindo Li......
parabens.....
beijos