19 de jun de 2007

Cap 34: Tempo morto

_Posso ajudar?_ a vendedora se aproximou de mim e da Débi no intuito de nos guiar, naquela selva de vestidos. Estávamos a procura de um adequado para a cerimônia de passagem pelos portões dos nossos namorados.
_Pode sim. Queremos um vestido longuete, até o joelho, sem brilho, uma coisa básica, é uma cerimônia de dia... _ expliquei-lhe.
_Entendi. Vamos ver aqui o seu tamanho.
_Eu vou querer um também. _ Débi levantou o dedo.
_Ah! Sim. _ a mulher sorriu e nos levou até a parte onde havia o tipo de vestido que queríamos. _ Fiquem à vontade. Ali estão os provadores, vocês podem me chamar quando quiserem, para fazer os ajustes.
_Tá, obrigada... _ falei, já passando vestido por vestido pela mão.
_Bela, você viu que as meninas comentaram no blog sobre o meu texto?
_Vi sim! Elas são uns amores. Mas até eu fiquei com aquelas dúvidas na cabeça depois que li, acho que todas nós sentimos isso._ confessei.
_É. Que tal esse? _ ela pegou um vestido vermelho e colocou na frente do corpo.
_Posso ser sincera? _ fiz uma careta.
_Ãnh._ riu tímida.
_Está um vermelho puro sangue! Vai acabar virando ponto de referência, como se fosse uma espinha ambulante.
_Nossa, não vou nem morta assim! _ Ela enfiou o vestido no lugar. _Você consegui acabar com a minha vontade de vestir vermelho! E esse preto? _ Débi pegou um de frente única, amarrado no pescoço.
_Hum... Preto não vai esquentar muito não? _ franzi a testa.
_Olha esse aqui para você que tem peito! _ dei-lhe um vestido tomara que caia branco, com um tecido meio amassadinho, com uma faixa amarrada abaixo dos seios.
_Gostei! Mas por que eu que “tenho peito”, me senti A Pamela Anderson! _ ela riu alto.
As vendedoras olharam para nós. Fizemos cara de novo de meninas comportadas.
Eu peguei um vestido creme e outro azul claro. Fomos para os provadores.
_Bela, você acha que a gente está namorando de verdade? _ Débi perguntou do seu provador.
_Como assim, nós?
_Nãão, sua boba! Nós com nossos namorados. _ ela riu.
_Por quê? Acho.
_Sei lá, se namoro é isso que todo mundo faz, a gente está fora dos padrões, certo?
_Onde você quer chegar? _ minha voz saiu abafada, por eu estar enfiando a cabeça na gola do vestido.
_É que a gente vai passar quatro anos vivendo tudo o que ninguém vive, me sinto um peixe se estrebuchando fora d’água. _ ela comentou.
_Essa sensação diminui com o tempo.
_Tomara. Eu não posso ligar para o meu namorado. Ele vive nervosinho. Eu não tenho ninguém para me fazer carinho durante a semana. As pessoas sentem a maior pena da minha atual vida amorosa. É, realmente, eu estou precisando me acostumar logo com isso.
_Você não vai se “acostumar”. Mas vai melhorando. _ disse-lhe, saindo do meu provador.
Nos olhamos.
_Uau! Você ficou linda! _ ela sorriu.
_E você então!
Rimos e entramos para vestir nossas roupas. Quando saímos das cabines e voltamos para loja percebemos que todas as vendedoras estavam olhando para nós. Elas deviam estar ouvindo. Tentaram disfarçar. Fiquei constrangida.
_Já percebeu uma coisa? _perguntei, andando lado a lado com Débi no shopping carregando nossas comprinhas. _Nada acontece de interessante. Nossa vida é feita de diálogos.
_Isso me faz lembrar a Nouvelle Vague. _ ela comentou.
_Que isso? Como diz meu irmão, é de comer?
_É um período do cinema francês. Uma das características destes filmes é o tempo morto. Os personagens passam o filme fazendo coisas inúteis. Conversando e penteando o cabelo. Parece que nada importante ocorre, entende?
_Mas perai! A nossa vida não pode ser assim não!
_Concordo!_ ela disse.
_E o que você sugere que a gente faça para mudar?
_Hum... Deixa eu pensar...


Nota1:Blog Novo da Bela

-----***-----

--->Participe: Comunidade do livro no orkut!

8 comentários:

Li disse...

Gente, desculpem pela demora, mas estava fazendo um trabalho de grupo para faculdade que de grupo pouco tinha :/ acabei fazendo quase tudo sozinha feito louca virando a noite! hunf. mas enfim, voltamos a estória aqui que é bem melhor que o trabalho heheheh

beijim!

mell disse...

nos t perdoamoa li!
mas soh dessa vez heim!
hashaahusahhus
to brincando... eu sei mto bem como sao esses trabalhos de 'grupo' eheheh

tipow... ainda bem q as meninas estaum vendo a nao podem deixar a vida passar assim, elas tem q 'aproveitar' do jeito delas eh claro, ou melhor.. do nosso jeito!
ehehhehehe

Anônimo disse...

td bem, td bem, a gente entende, Li! e eu concordo: aqui é bem melhor! =)))

e esse "tempo morto" aí vai ser mto importante para elas... vão poder se conhecer, suas limitações e vão poder exercer a paciência, acima de tudo, e a confiança, essencial para continuarem firmes e fortes na escolha que fizeram.

bjos!

Tita disse...

Ahh esses trabalhos em grupo.... Bem típico ¬¬
Mas ahh adorei o cap! Sabia que eu detesto sair pra escolher vestido?? Eu acho muito chaatooo! Ah eu quero ver a continuação agora! O que fazer no tempo "morto"?!
Beijooos

feriele disse...

nossa essa parada de tempo morto..acho q de vez em quando agente vive isso neh...
a espera de algo q vai acontecer ai fica contando os dias e passando soh com a contagem nd mais...
sinistro neh..acho q por mais q agente viva estude e td mais um pedaço da gente fica nesse tempo morto ateh resolvermos como nossos amores..kkkkk

bjs meninas t+

Nathy disse...

E ai Li... é hoje eihn! Boa Sorte lá... to torcendo por vc!! ;)~

Adorei o cap. de hj!
é tão bom sair com as amigas pra fazer comprinhas, hehe...

Bjooos!

Aninha disse...

oi Li!!! adorei falar contigo ontem a noite!!!! desculpa ter demorado tanto...rs! esse "tempo morto" as vezes é dose... ontem depois que falei contigo a Julice me ligou e ficamos até uma da manhã falando de que ???? justamente disso... o que fazer quando eles não estão ? como lidar com a saudade ? a Ju ta toda em conflito tadinha!!! e eu estou justamente com o telefone na mão falando com quem ? com um pombo-correio... porque o senhores bonitinhos meu e da ju tao de missão... fala sério... ninguém merece... coitado do garoto, já ta tirando onda e dizendo que vai cobrar para ficar repassando recado!!! ai amiga!!!! essa semana to pisando em nuvens cor de rosa tudo bem que to de exame mas ta tudo tão lindo que eu não to nem ai!rsrsrs!!!!!

Meninas, mais tarde terá capítulo novo no romance militar Tão iguais e tão diferentes! to demorando para escrever a pedidos de algumas namoradas daki da cidade que trabalham e naõ tem tempo de acompanhar diariamente! aí preciso atender de todos os lados! mas conto com a visita de vcs que tantas vezes seguraram minha onda! bjus super cor de rosa no coração de todas!!!!!!

Jéssi disse...

Ta demais....
to mais apaixona a cada capitulo....
huahauhauahua
beijos meninas...